Criar novos hábitos para melhorar a produtividade é possível?

Antes de sair realizando várias novas tarefas ao mesmo tempo, leia este texto e saiba identificar o que deixa a sua rotina menos produtiva

 

Um dia tem 24 horas, o equivalente a 1.440 minutos. Parece bastante, mas às vezes todo esse tempo se torna insuficiente para tantas atividades. As horas passam num piscar de olhos e conciliar casa, trabalho, família e amigos é um desafio. Mas, não precisa ser sempre assim. É possível sim equilibrar tudo isso e o post de hoje é justamente sobre esse assunto.

Segundo dados do Google, no período de 3 a 9 de maio de 2020 a palavra “produtividade” esteve no pico das pesquisas no Brasil. Essa procura massiva para melhorar o rendimento das pessoas é uma consequência do cenário atual do país, que obrigou os brasileiros a organizarem melhor o seu dia, tanto no trabalho quanto em casa.

O psicólogo e palestrante, Ronaldo Reis, abordou o termo produtividade e as raízes que ele possui, que aliás, estão diretamente ligadas aos hábitos das pessoas.

“Quando falamos em rotina, temos que tomar muito cuidado, porque muita gente relaciona com algo ruim, mas existe uma diferença entre rotina e monotonia. A rotina sempre organiza as atividades do nosso dia para no fim chegar até a produtividade. No entanto, antes de ser alguém produtivo é preciso entender que é necessário ter uma rotina”, reforçou o psicólogo.

Ronaldo também comentou que toda nova adaptação precisa seguir 3 passos, denominados por ele como “O ciclo do hábito”. Os 3 pilares centrais que englobam esse ciclo são: ação (gatilho), rotina e recompensa.

“Para que a gente possa ter um resultado efetivo, eu preciso ter esse ciclo de hábito em mente para que ele seja favorável aos meus resultados. Por exemplo: imagine que você queira iniciar a prática de atividade física, mas ao chegar em casa, antes de trocar de roupa, você senta no sofá para poder descansar. Passa alguns minutos, algumas horas e o tempo se vai. No outro dia você tem o mesmo pensamento e segue repetindo isso. Esse ‘sentar ao sofá’ seria o gatilho, no entanto, nesse caso é uma ação negativa, então é necessário mudar esse hábito para ir à academia, ou seja, ao chegar em casa, é importante que você já tenha deixado a roupa separada e vá direto para o seu quarto, tirando aquele obstáculo da distração” exemplifica o coworker.

Em paralelo a isso, é possível encontrar na internet inúmeras notícias com dicas de “como ser mais produtivo”, “como fazer mais em menos tempo”, entretanto tudo isso só será possível se você realizar o diagnóstico correto e encontrar o problema. “Se eu quero mudar, preciso descobrir o que é o início de tudo. Você não vai ficar controlando 100% do seu tempo, você só precisa ter isso muito claro e priorizar as coisas mais importantes”, enfatiza Ronaldo.

O psicólogo também relaciona a nossa vida com a organização de uma produção cinematográfica, porque cada passo para a execução de um filme é muito bem pensado e o planejamento se inicia anos antes da obra finalmente ser lançada. Parece utópico planejar cada ação com meses de antecedência, mas a consequência de cada passo terá impacto na vida profissional e pessoal.

“Eu não consigo ser alguém organizado somente no trabalho, eu preciso praticar a organização em tudo para que ela se torne algo natural em qualquer lugar que eu vá. Seja numa viagem ou no roteiro de final de semana, com essa prática, a organização acaba se tornando algo muito natural, e onde há planejamento, obviamente, é onde eu terei uma maior produtividade”, complementa.

Também é possível encontrar, com apenas poucos cliques, vários sites ou aplicativos que ‘prometem’ organizar melhor a sua rotina.

“Aplicativos existem muitos, eu uso e indico uma agenda digital para anotar compromissos, caso você precise, pode ser no computador ou no celular mesmo, mas eu gosto muito da ideia de planejamento numa folha de papel porque é disponível para todos e eu sugiro que esse planejamento seja feito num domingo. Não importa se você tem muitos compromissos ou não, mas anote aquilo que você precisa realizar durante a semana”, recomenda Ronaldo.

Mudar os hábitos para ser uma pessoa mais produtiva pode ter consequências significativas no futuro. Imagine sempre conseguir realizar as tarefas do dia, não perder mais os compromissos da semana. Parece ilusão, mas pode ser possível se aplicarmos na nossa rotina uma palavrinha, que aliás, é a mesma que citamos várias vezes neste texto: planejamento. Experimente e depois nos conte como foram os resultados por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *