Conheça os benefícios de trabalhar em um estúdio privativo

Ter um estúdio privativo é ter um espaço particular, reservado e ao mesmo tempo usufruir de toda a estrutura de apoio de um coworking

Os tempos mudaram e todos já perceberam isso. Entender sobre trabalho remoto virou necessidade e trabalhar em casa tornou-se um desafio. Aqui no Cais, a inovação sempre esteve na “proa” da nossa embarcação e você já aprendeu por aqui também como funciona um coworking.

Trabalhar na modalidade home office ou de maneira remota foi a solução de muitos durante o isolamento, mas aos poucos a rotina começa a ganhar novas cores. Não é uma novidade para nós, mas talvez seja para você: trabalhar em um coworking é o resultado da união de muitos benefícios e um deles é a possibilidade de possuir um estúdio privativo.

Mas afinal, o que é um estúdio privativo?

Os estúdios ou escritórios privativos são ambientes reservados exclusivamente para a sua empresa dentro de um coworking. No Cais, por exemplo, os estúdios privativos têm capacidade para até 6 pessoas, ou seja, você pode ter a sua empresa e uma equipe inteira em um espaço compartilhado e privativo ao mesmo tempo. Com isso, além de manter a sua privacidade, o coworker (profissional que trabalha em um coworking) pode usufruir de todas as vantagens de estar nessa modalidade de escritório.

Quais são os benefícios de possuir um estúdio privativo em um coworking? 

Além de ter um espaço próprio, você pode personalizá-lo para deixar a cara da sua empresa. No Cais Coworking, os benefícios de possuir um escritório privativo são: recepção, cozinha, salas de estar coletivas, auditório disponível para palestras e eventos, salas de reunião alugadas por hora, estações de trabalho em ambiente compartilhado, espaço gourmet, e além disso, o seu escritório dispõe de: energia, limpeza, segurança monitorada, ar condicionado, café, chá e água, internet de fibra óptica de alta velocidade, endereço para correspondências, digitalização e impressora a preço de custo, desconto em salas de reunião, benefícios nos cursos e eventos realizados internamente e muito networking e rede de contatos.

Aqui no Cais, são vários os exemplos de profissionais que aproveitaram de toda a estrutura que o ambiente de coworking pode proporcionar. A escola de idiomas, Charlando Español começou como um blog idealizado pela professora Charlene Moterle. O objetivo inicial era compartilhar os conhecimentos sobre a língua espanhola, e compartilhar é um dos alicerces do Cais. “Em 2011 eu conheci a Claudia Frantiozi (idealizadora do Cais) e o Paulo Frantiozi porque eles foram meus alunos em uma escola de idiomas aqui de Cascavel. Em 2013 eles se formaram e nós fizemos juntos uma viagem para o Peru, fomos para Machu Picchu e ficamos uma semana viajando. A Charlando nasceu no dia 2 de junho de 2014, mas desde outubro de 2013 eu já tinha um grupo de conversação, que a gente se reunia no espaço compartilhado do Cais”, relembra Charlene.

A professora de espanhol iniciou no espaço compartilhado, depois começou a realizar as aulas nas salas de reuniões, mas ter um ambiente próprio tornou-se uma meta.

“Em janeiro de 2019, surgiu a oportunidade e eu consegui uma sala exatamente do jeito que eu queria. Eu precisava de um espaço só meu para poder me dedicar mais aos meus alunos particulares e ganhar mais tempo estando aqui. O fato de eu ter um lugar para atender me ajudou com a minha agenda. Não perco mais tempo com deslocamento e isso contribuiu para criar uma identidade maior com a escola”, comenta.

O conceito de coworking está totalmente conectado com a inovação, criatividade, jovialidade e o dinamismo profissional. “Estar em um coworking também mudou o meu método de ensino, porque diferente de uma escola convencional, os meus alunos sentam um de frente para o outro, como em uma reunião e eu também dou aula sentada, esse método é denominado rapport, – que eu aprendi aqui no Cais – é uma técnica que eu fico com o olhar na mesma altura dos meus alunos, dessa forma eu não fico em pé porque passaria uma impressão de superioridade, assim eu fico no mesmo nível e isso faz toda a diferença”, explica a professora de espanhol.

“O que me faz estar aqui é o espaço, o ambiente e o diferencial. É completamente diferente de qualquer outra escola, os meus alunos não vêm com a sensação de estar vindo para uma escola de idiomas, eles estão vindo para um lugar inovador, criativo e eles se sentem muito bem aqui. Além disso, estando no Cais eu posso oferecer atividades diferentes, como a possibilidade de utilizar a cozinha gourmet, quando preciso fazer uma noite de cinema eu posso utilizar outro espaço, caso precise realizar um evento, o auditório está disponível, ou seja, tenho toda uma escola estruturada, além de ser prático e muito bonito”, complementa a coworker.

Agora você já sabe tudo sobre estúdio privativo e conheceu a história da Charlene, uma professora que encontrou no espaço privado um novo método de ensino. Se estiver interessado em fazer parte da comunidade do Cais e possuir um estúdio privativo, entre em contato com a gente clicando aqui, ou acesse as nossas redes sociais e conheça os nossos espaços: Facebook e Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *